Juntos, a gente consegue!

Posts marcados ‘Amizade’

Arte e Solidariedade

Já sabemos que graças a contribuição de muitos amigos anônimos, a maioria do Twitter, conseguimos viabilizar muitas coisas em prol da saúde da Cacá. Muita coisa bonita é possível ser feita através da internet, para quem pensa ou acredita que este meio só pode ser usado para futilidades ou ilegalidades. Uma prova é o Teatro Mágico.

O que se perde quando os olhos piscam é um hino à necessidade de obsevarmos nosso cotidiano, não perdermos os sinais (ou o quanto nós perdemos), e foi composta com a contribuição dos tuiteiros seguidores do Teatro Mágico.

Ontem, por intermédio da Trupe Realejo, de Belém, Fernando Anitelli, vocalista do Teatro Mágico fez um chamado aos doadores de sangue de Belém para irem ao HEMOPA doarem suas plaquetas, tipo A-.

Daisa Passos e o Sr.Funcional estavam lá e tuitaram o momento. A Marina foi convidada especial da Taianinha e fez o vídeo. Vejam a camiseta com o nome da Cacá ao lado do Fernando Anitelli:

Obrigada Taiana Silva pela ação. Grande beijo a todos, em especial ao Teatro Mágico.

E não esqueçamos de prestigiar os grandes artistas plásticos paraenses (de coração e de produção artística) que doaram obras para serem vendidas em prol da Cacá! Até o dia 23 de dezembro no Armazém Santo Antônio, na travessa Quintino Bocaiúva, Feira Bora Lá.

Anúncios

Notícias do Front Hospitalar

A Cacá está deitadinha, comportada, com um pequeno furo na barriga, por onde, ontem, saíram aproximadamente 5 litros e meio de um líquido amarelado. Descia como se fosse uma torneirinha pelo tubo! Mas antes a coisa foi tensa.

Ela tomou as primeiras 5 bolsas de plaquetas sem problemas, na emergência do hospital. No dia seguinte, o hemograma registrou 58000 plaquetas! Que felicidade! Quando retornamos para as outras 5 bolsas previstas, já tendo tomado dois concentrados de hemácias, eis que a Cacá tem uma reação alérgica (hipotermia, contrações, unhas cianóticas… isso o que sei até agora: eu não estava com ela, mas o pai). Nós que já tínhamos ido com a previsão de internação para a paracentese, por conta da evolução das plaquetas, ficamos desnorteados quando, ao fazer novos hemogramas, o índice estava em torno de 18000 / 20000.

Indicação: novas plaquetas, com a paracentese em sequência para evitar que o organismo sequestrasse as células antes da intervenção! Tudo correu bem, até porque a Gabit (amiga da Cacá, de Abaeté) surgiu justamente no momento em que ela precisava de um apoio, de um carinho de amigo.

A Cacá recebeu até agora 14 bolsas de plaquetas e 2 de concentrados de hemácias. Uma delas (a que provocou o choque) foi descartada e remetida ao hemocentro. Nesta conta, vejam o quanto cada doador tipo A- foi necessário para garantir o estado da minha filha até agora!
Considerando que nem todos os doadores são aptos, por algum motivo, não sei a estatística, mas pra chegar essas bolsas para a Cacá, muito mais doadores foram necessários.
Penso e me preocupo muito na situação dos que não têm a mesma condição de acesso que nós, que não possui a rede de amigos que nos garantiu este pronto retorno. Por isso, em nome da Catarina, de mim, de todos os que um dia precisaram ou precisarão de sangue e seus componentes, meu muito obrigada!
Continuem doando no Hemopa para o bem de todos.

Aliás, o carinho dos amigos têm sido os elementos fundamentais nisto tudo. A todos eu tenho um lugar especial. Mas, com certeza, hoje e sempre, para a Cacá, este é um presentão: a Gabit!

%d blogueiros gostam disto: